Democracia estável: quatro valores a combinar

Francisco Ferraz
Publicado em: 13/04/2016

Um dos princípios básicos que organiza e regula a dinâmica política de uma democracia estável é a moderação do conflito político.

Numa democracia o poder não pode ser o mais elevado dos valores sociais, buscado a qualquer custo, pelo qual paga-se qualquer preço e em relação ao qual os demais valores são relativizados e instrumentalizados.

Por isso também a política não pode tornar-se uma questão de vida ou morte; de amor extremado ou de ódio mortal; de liberdade ou opressão; de emprego ou desemprego; de ganhar tudo ou perder tudo; de verdade absoluta ou de mentira absoluta; de idealismo e boa intenção ou de interesse pessoal e egoismo...

Quando uma sociedade se descobre reduzida a conflitos politicos que dividem sua cidadania entre sentimentos tão hostis, e radicais, organizados em parcialidades tão inimigas e irreconciliáveis, submete-se o contrato social a um perigoso estresse e ao extravasamento das hostilidades para toda ordem de conflito político.

Este texto pertence a uma coluna com acesso restrito, para continuar lendo cadastre-se e escolha entre um dos planos de assinatura.

Assine Aqui

Já sou assinante

Informe seus dados abaixo para continuar.



Esqueci minha senha

 

COMPARTILHAR

Área do usuário:

E-mail

Senha

> Esqueci minha senha

> Quero me cadastrar

Curta nossa página no Facebook Siga-nos

Opinião do leitor

Realmente, este site está cada vez mais surpeendente em seu conteúdo. Trata-se de midia indispensável para quem quer pensar o país de modo sério.

Jose Nelson dos Santos
Cambé - PR

Leia mais >>