COMPARTILHAR
Capa > Cultura > Discursos Célebres

O discurso de Lacerda na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara, para salvar o seu mandato – (07/05/1957)

Francisco Ferraz
Publicado em: 20/10/2017

Estávamos na época do governo Juscelino Kubitschek. O Brasil ainda se recuperava das tentativas de golpes do passado recente. O suicídio de Getúlio não completara ainda 3 anos. Lacerda processado, na Câmara, com risco de perda de mandato, produz uma das mais perfeitas peças oratórias, em sua defesa.

O discurso de defesa de Lacerda durou 10 horas. Nele Lacerda usa abundantes recursos de imagem para (1) atacar o governo e a aliança PSD/PTB – coalizão política montada por Getúlio em 1950, e que contava com JK na Presidência e Jango na Vice; e (2) para apresentar-se como vítima escolhida dos seus desafetos.

Neste período, de 1954 a 1964, o país atravessa uma das suas piores crises institucionais, cujos marcos principais foram:

Como se percebe, Lacerda esteve envolvido em todas as tentativas de golpe contra o governo, primeiro de Getúlio e depois de JK. Era muito ligado à aeronáutica, um dos focos mais radicais contra o getulismo e, acabou esta fase de sua atividade política exilado em Cuba.

Este texto pertence a uma coluna com acesso restrito, para continuar lendo cadastre-se e escolha entre um dos planos de assinatura.

Assine Aqui

Já sou assinante

Informe seus dados abaixo para continuar.



Esqueci minha senha

 

COMPARTILHAR

Área do usuário:

E-mail

Senha

> Esqueci minha senha

> Quero me cadastrar

Curta nossa página no Facebook Siga-nos

Opinião do leitor

Precisamos de mais sites como esse, com conteúdo e profundidade em um tema tão importante como o abordado.

Ricardo Pul
Redenção - PA

Leia mais >>