COMPARTILHAR
Capa > Cultura > Discursos Célebres

O surpreendente discurso de Gettysburg.

Francisco Ferraz
Publicado em: 02/09/2016

A política é sempre surpreendente. Nela as certezas costumam ser abaladas pelo imprevisível e as previsões frustradas pelos fatos não previstos. Ao longo de mais de 20 séculos de história política registrada, são incontáveis os episódios inesperados e imprevistos, que alteraram os rumos dos acontecimentos, muitas vezes mudando a inclinação dos “pratos da balança”, favorecendo quem se encontrava desfavorecido, e prejudicando quem, até então, aparecia como estando em vantagem.

Por vezes, fatos da vida não previstos se encarregam de provocar essas mudanças de rumo, em outras são as decisões ou não decisões dos governantes e políticos que têm um efeito muito maior do que esperavam.

Este foi o caso do discurso de Gettysburg, pronunciado pelo presidente Abraham Lincoln em 1863, na pequena vila de Gettysburg.

Este discurso tornou-se um marco do pensamento democrático, senão por outra razão pelo fato de que: (1)é um discurso que imediatamente tornou-se célebre, entrando para o panteón dos grandes discursos políticos da humanidade; (2)embora seja também um dos menores discursos pronunciados pela autoridade maior de um país (durou menos de 2 minutos); (3)tornou-se um dos discursos mais citados de todos os tempos; (4)embora Lincoln tivesse absoluta certeza de que fora um fracasso.

Mas vamos conhecer antes algumas circunstâncias pessoais que circunscreveram o ato de Gettysburg.

Este texto pertence a uma coluna com acesso restrito, para continuar lendo cadastre-se e escolha entre um dos planos de assinatura.

Assine Aqui

Já sou assinante

Informe seus dados abaixo para continuar.



Esqueci minha senha

 

COMPARTILHAR

Área do usuário:

E-mail

Senha

> Esqueci minha senha

> Quero me cadastrar

Curta nossa página no Facebook Siga-nos

Opinião do leitor

Acompanho o "Política para Políticos" desde sua fundação. Afirmo que o site tem contribuído para elucidação de dúvidas e de contribuição à minha prática política.

Elza Maria Campos
Curitiba - PR

Leia mais >>