Comercial de Bush sobre liderança.

Francisco Ferraz
Publicado em: 14/04/2017

O governante que se encontra no poder e busca a reeleição é quase que compulsoriamente conduzido a buscar o foco de sua campanha ou nas realizações de seu governo, ou nos atributos pessoais que comprovou possuir.

Como tal, a campanha pela reeleição tende a apontar para o passado mais que para o futuro. Mais ainda, o futuro tende a ser encarado como a continuidade do que está funcionando, com algumas mudanças. Em conseqüência, o enorme hemisfério da mudança, que é o que os eleitores encontram de mais atrativo numa eleição, fica entregue aos opositores.

A tendência para privilegiar a continuidade decorre de razões psicológicas e de razões políticas. Psicologicamente, o candidato tende a acreditar na sua obra, a valorizar o que realizou com tanto esforço e preocupação. Negar isto equivale a negar a si mesmo. Politicamente a razão se encontra no fato de que o candidato não é um personagem solitário. Em torno dele formou-se um governo composto de outros políticos e aliados que, além das mesmas razões psicológicas, possuem interesses em comum. Fica pois, muito difícil para um candidato a reeleição, mudar além das idéias, prioridades e estilo, seus companheiros, aliados, e os interesses que eles representam.

Por estas razões, para um candidato à reeleição há uma tendência muito forte para manter as linhas principais das políticas praticadas, o que, por mais que se tente mascarar, traduz sempre a predominância da continuidade sobre a mudança. O presidente Bush (pai), em 1992, concorria à reeleição. Na época em que este comercial foi divulgado sua batalha ocorria ainda dentro do seu partido (Republicano), para conseguir ser escolhido como o candidato oficial. Contra ele havia outros candidatos do partido (notadamente Buchanan, que lhe deu combate) e ele precisava tirar partido de seu desempenho como Presidente, para vencer seus adversários.

Este texto pertence a uma coluna com acesso restrito, para continuar lendo cadastre-se e escolha entre um dos planos de assinatura.

Assine Aqui

Já sou assinante

Informe seus dados abaixo para continuar.



Esqueci minha senha

 

COMPARTILHAR

Área do usuário:

E-mail

Senha

> Esqueci minha senha

> Quero me cadastrar

Curta nossa página no Facebook Siga-nos

Opinião do leitor

Há um ano, comecei a receber o "Política para Políticos" e, a partir de então, é leitura obrigatória, pois ele nos deixa sintonizados, antenados, aumentando nosso conhecimento prático. A Análise Diária, é fundamental e compartilho sempre com meus companheiros. Gosto muito. Parabéns.

Evaniel Ciro dos Santos
Jacupiranga - SP

Leia mais >>