Os erros de fim de campanha

Francisco Ferraz
Publicado em: 20/09/2016

A fase final de uma campanha eleitoral é sempre dramática. É claro que estamos nos referindo a campanhas que se aproximam do dia da eleição, retendo sua característica de competitividade, e não daquelas onde um candidato marcha rumo à vitória folgada, antecipada pelas pesquisas.

Naquelas em que tudo está por decidir no dia da eleição, todos estão cansados, mal-dormidos, tensos ao limite, irritáveis, culpados, impacientes. Em outras palavras, as emoções estão à "flor da pele".

Cada pesquisa a ser divulgada é aguardada com uma ansiedade insuportável. Ela pode ser a portadora "daquela boa notícia" pela qual se está esperando, ou da confirmação dos nossos piores receios, ou ainda, repetir os resultados da anterior, prolongando a angústia.

Este texto pertence a uma coluna com acesso restrito, para continuar lendo cadastre-se e escolha entre um dos planos de assinatura.

Assine Aqui

Já sou assinante

Informe seus dados abaixo para continuar.



Esqueci minha senha

 

COMPARTILHAR

Área do usuário:

E-mail

Senha

> Esqueci minha senha

> Quero me cadastrar

Curta nossa página no Facebook Siga-nos

Opinião do leitor

Vocês estão de parabéns pela matérias publicadas. Pela primeira vez sai como candidata p/ vereadora em minha cidade, não fui eleita. mas a amizade, a experiência, e o conhecimento adquirido, faz com que me sinta vitoriosa. Deixo aqui os meus agradecimentos, pois através de vocês aprendi muito. Estarei com vocês por muito tempo.


Martha
Santa Fé - PR

Leia mais >>