O pouso no escuro: ignorar o que o povo pensa.

Francisco Ferraz
Publicado em: 28/02/2017

Em torno de 90% dos casos, as campanhas estão muito mais preocupadas em decidir o que vão dizer aos eleitores (e como vão dizer), do que em saber o que eles estão interessados em ouvir. O mesmo vale para a eleição. Esta, quando despojada de seus elementos acessórios e circunstanciais, se resume a:

Transmitir a mensagem certa aos eleitores potenciais

Não há muito mais que você possa fazer na campanha eleitoral. O que lhe compete fazer é persuadir o eleitor que a sua candidatura, os seus projetos, e a sua liderança, é o que ele está precisando naquela eleição. Você só conseguirá o voto dele convencendo-o, persuadindo-o disso. Não há outra forma.

Logo, transmitir a mensagem certa significa comunicar aquela que vai ao encontro do que o eleitor mais deseja e espera do resultado daquela eleição. Em outras palavras, você, ao assim agir, estará falando aquilo que eles entendem e que estão interessados em ouvir.

Este texto pertence a uma coluna com acesso restrito, para continuar lendo cadastre-se e escolha entre um dos planos de assinatura.

Assine Aqui

Já sou assinante

Informe seus dados abaixo para continuar.



Esqueci minha senha

 

COMPARTILHAR

Área do usuário:

E-mail

Senha

> Esqueci minha senha

> Quero me cadastrar

Curta nossa página no Facebook Siga-nos

Opinião do leitor

"Política para políticos" é um site de suma importância para todos àqueles que vão disputar um pleito eleitoral, além de sua importância para os profissionais da área da história da ciência política. Os temas abordam com extrema precisão "o comportamento a ser adotado pelo pré candidato" na conquista do voto do eleitor, enfatizando ricamente a
cultura eleitoral do povo brasileiro. Parabéns, este site além de orientar como disputar uma campanha eleitoral, é um manual ético de regras de campanha.

Tânia Mara Silva Neves
São Mateus - ES

Leia mais >>